Calcinha descartável feita de impressão 3D, esta novidade israelense vai pegar?

Calcinha descartável e a revolução na indústria Textil

A inventora e fundadora da Tamicare desenvolveu um sistema para produzir a primeira calcinha descartável do mundo feita inteiramente de impressão 3D e que é o fruto de anos de pesquisa de um casal israelense, que poderá em breve chegar ao mercado.

O sistema de impressão 3D automatizado que cria um tecido elástico e biodegradável conhecido como “Cosyflex.”

A Tamicare parece ser a única empresa no mercado capaz de criar uma roupa interior com destaque para a calcinha descartável que parece bastante com um tecido usando um método de fabricação aditiva exclusiva da Cosyflex.

tamicare-004

Tamicare revelou que recebeu pedidos de empresas de calcinha descartável, incluindo a gigante de lingerie Victoria Secret.

No próximo ano, a Tamicare pretende produzir calcinhas acolchoadas absorventes que podem ser jogadas fora após uma única utilização.

Para a israelense Tamar Gilo a impressão 3D e a Calcinha descartável vão revolucionar a indústria têxtil.

Produtos tão descartáveis assim acabam gerando mais problemas para os aterros sanitários, mas o fato de existir uma impressora 3D que imprima realmente tecidos tão rápido é um avanço enorme pois pode-se projetar novos tecidos e roupas que durem anos e que possam depois ser biodegradadas na natureza depois do descarte ou recicladas.

tamicare-002

O Cosyflex é um processo inovador para a impressão 3D de tecidos que poderia criar instantaneamente produtos totalmente acabados a partir de matérias-primas específicas com nenhum corte e nenhum desperdício.

Feita de camadas de polímeros naturais de borracha de látex e fibras de algodão, utilizando uma pistola de pulverização, a tecnologia da Tamicare pode fazer um par de calcinhas descartáveis em menos de três segundos ou até 10 milhões por ano, e ainda diversas outros produtos como bandagens e roupas esportivas.  Isto realmente é revolucionário.

A impressões do Cosyflex também criam variações de tecidos ilimitados com qualquer combinação de características, padrões, estampagem ou perfurações na mesma folha.

Tamar Gilo e seu marido tiveram a ideia da calcinha descartável mais de uma década atrás, como uma forma de ajudar mulheres que sofrem de bexiga solta, menorragia ou períodos excessivamente pesados. A empresa com sede em Manchester na Inglaterra, levantou 10 milhões dólares para o desenvolvimento de sua impressora 3D desde que foi fundada em 2001. Suas impressoras são vendidas para empresas de cosméticos e de cuidados de saúde por cerca de 3 milhões de dólares cada.

tamicare-003

Além de ser um produto de higiene pessoal, o Cosyflex tem aplicações para atividades médicas, veterinárias e ao ar livre, como um bandagem de compressão para medicina ou uma máscara para o mercado de cosméticos. As possibilidades de utilização dessa nova tecnologia são imensas e obviamente deverá com o tempo ser empregada na moda comercial também.

Abaixo um vídeo da impressão em 3D  e processo de fabricação de uma calcinha descartável. 

Vídeo demonstrando a elasticidade do material impresso.

fonte: Manchester Evening News

Facebook Comments
Separator image Posted in Moda.